Tempo
Foto: Reprodução

Diversos municípios gaúchos estão tomando medidas preventivas em razão da chegada do ciclone extratropical que atinge o RS e deve ganhar força a partir desta terça-feira (17), principalmente no sul do RS. Na noite desta segunda-feira (16), o Ministério do Desenvolvimento Regional realizou uma coletiva de imprensa para orientar a população sobre os cuidados que devem ser tomados em relação à tempestade intitulada de Yakecan.  

Conforme os boletins divulgados pela Marinha e a Defesa Civil do RS, a previsão é de que o ápice do temporal aconteça a partir das 10h desta terça-feira, quando as rajadas de vento podem superar a casa dos 80 km/h, podendo ultrapassar os 100 km/h durante a noite. Os modelos meteorológicos mostram que o fenômeno pode se estender por aproximadamente 24 horas, com períodos de menor e maior intensidade. 

Em Rio Grande, no sul do RS, as aulas na rede municipal foram suspensas. A Universidade Federal do Rio Grande (Furg) também anunciou a interrupção das atividades acadêmicas para esta terça-feira.  

O coordenador da Defesa Civil de Rio Grande, Rudimar Machado, diz que as equipes do órgão estão de prontidão e têm capacidade para atender até 200 famílias em um intervalo de uma hora, caso seja preciso. 

— Temos lonas, telhas, alimentos, além de cobertores e colchões e capacidade para dar suporte rápido para centenas de pessoas já num primeiro momento, caso seja necessário — afirma. 

Em São José do Norte, a prefeitura também anunciou a suspensão das aulas. O estaleiro EBR já dispensou os funcionários até quarta-feira, pois a maioria reside em Rio Grande e precisa atravessar o canal da Lagoa dos Patos. 

Em Mostardas, a prefeitura suspendeu as aulas desta terça e quarta-feira (18). O município também criou uma força-tarefa de plantão durante toda passagem do ciclone para auxiliar possíveis vítimas. Foram reservados espaços para acolhimento no ginásio de esportes da cidade, no auditório Mathias Velho e na Escola Dinarte Silveira Martins. 

A prefeitura de Pelotas também orientou que escolas e universidades suspendam suas atividades. Em nota, a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) informou a suspensão das atividades acadêmicas e administrativas presenciais na tarde e noite desta terça e na manhã de quarta-feira. 

Em Santa Vitória do Palmar, onde um veículo deixado na areia foi arrastado para dentro do mar, as atividades na rede municipal foram suspensas nesta quarta-feira. Também na noite desta segunda-feira, as prefeituras de Chuí, Capão do Leão,  Jaguarão, Pedro Osório, Piratini, Pinheiro Machado, Turuçu, também anunciaram a suspensão das aulas nas escolas municipais nesta quarta-feira.

Na Região Metropolitana, a Secretaria Municipal de Educação de Guaíba e a 12ª Coordenadoria Regional de Educação suspenderam as atividades escolares no município. Eldorado do Sul também anunciou a suspensão das aulas na rede municipal.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/CmyP3litXRj9MiTwu5EkPG

Gaúcha ZH