Bichos
Ninfa da espécie Chromacris Speciosa Foto: Alonso Andrade

Na última segunda-feira (30) a Região Celeiro foi bombardeada com relatos de produtores rurais sobre gafanhotos que estariam atacando lavouras de soja localizadas em São Valério do Sul e Santo Augusto.

Em entrevista à Rádio Querência, o fiscal agropecuário da Secretaria Estadual da Agricultura, Alonso Andrade contou sobre a real situação que a região se encontra.

Alonso afirmou que os gafanhotos não possuem hábitos migratórios, como os que causaram prejuízos em lavouras na Argentina. Disse ainda que foi identificado duas espécies nativas da nossa região e que se alimentam especificamente de vegetação nativa. 

No momento, o caso esta sendo tratado como um surto da espécie, onde os mais jovens tendem a sair mais da mata nativa, mas não se deslocam para longe, ficando ao redor do seu habitat.

Andrade disse que ainda não foi observado prejuízo econômico, tendo o foco do trabalho no monitoramento do surto. Quanto ao uso de inseticidas, o fiscal afirma ser necessário caso os gafanhotos apresentarem mudanças de comportamento. 

A equipe da Secretária ficara na região até obter o controle da situação, e ainda pede que os produtores rurais não tomem providências, pois podem causar uma maior desequilíbrio ecológico.

Caso haja agravantes, deve-se procurar a inspetoria veterinária.

Rádio Querência