Tempo
Foto: Luís Carlos Pez/Arquivo/Três Passos News

O mês de dezembro marca o começo do chamado verão climático que compreende o trimestre de dezembro a fevereiro assim como o início do verão astronômico que terá início às 12h59 do dia 21 de dezembro. É um mês importante para o comércio que pelo período de festas tem uma alta nas suas vendas assim como no turismo pelas viagens de fim de ano e na agricultura que avança com a safra de verão.

Dezembro começa pelo segundo ano seguido com o fenômeno La Niña atuando.

O mês, historicamente, marca aumento expressivo no número de dias de calor no Rio Grande do Sul e dos volumes de chuva no Sudeste do Brasil.

Em dezembro, por sua vez, o quadro não muda muito. A maior parte do Sul do país tende a ter chuva mais uma vez abaixo da média por influência do fenômeno La Niña.

No caso do Rio Grande do Sul, mais um mês com chuva abaixo da média (o que é diferente de ausência de chuva) deve ter repercussão na agricultura. A produção de milho deve ter estresse e se ressentir da falta de água em diversos municípios. Com dias mais quentes e chuva abaixo da média, acelera-se a perda de umidade do solo.

Temperatura em dezembro

A maior probabilidade de temperatura acima a muito acima da média é no Rio Grande do Sul, em particular no Oeste e no Sul gaúcho. Tanto pelo baixo número de dias de chuva como pela presença de ar muito quente no Centro da Argentina e no Uruguai.

Com períodos secos, áreas do estado gaúcho podem enfrentar sequências de dias muito quentes com caracterização de ondas de calor em que a temperatura pode ficar perto ou acima de 40ºC em alguns dias, notadamente mais a Oeste. Dias amenos ou agradáveis, que foram mais comuns que o normal até agora nesta primavera, tendem a ficar mais raros.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/CsCEOkj2FFZHrOaxRW43ot

MetSul Meteorologia