Curiosidades
Imagem mostra trecho do Uruguai e se estende até Santa Catarina. Foto: Nasa/Divulgação

Uma fotografia tirada no dia último dia 3 pela Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), da agência espacial norte-americana, a Nasa, mostra em detalhes toda a costa gaúcha e os três grandes corpos lagunares do litoral do Rio Grande do Sul. Na imagem, é possível identificar as lagoas Mirim, Mangueira e dos Patos, e mesmo até a ilha de Florianópolis, em Santa Catarina.

 — É uma imagem privilegiada, uma bela imagem!  —  destaca Adriano Luís Heck Simon, professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel).

Ele explica que, bem à esquerda, dá para identificar a lagoa Mirim. A faixa de água mais estreita e comprida abaixo dela é a Mangueira, entre Santa Vitória do Palmar e Rio Grande.

 — A parte que aparece em branco entre elas é o Taim  —  indica.

A professora titular do Instituto de Geociências, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Silvia Beatriz Alves Rolim, do programa de pós-graduação em Sensoriamento Remoto, observa que a foto flagra um acúmulo de água nessas áreas. Conforme a docente, normalmente, a Mangueira e a região do Taim, quando vistas por satélites, apresentam muita vegetação, ao contrário do flagrante da Nasa  —  a imagem foi feita poucos dias após a passagem do ciclone-bomba pelo Estado.

 — Nesta cena dá para ter uma ideia dos efeitos acumulados da chuva. As imagens de satélite são importantes para entender o balanço de energia na superfície terrestre e nos oceanos. Conseguimos ver e investigar vários fenômenos importantes em imagens orbitais semelhantes à essa foto  —  comenta.

A terceira e maior lagoa fotografada é a dos Patos. Nela, é possível identificar o encontro com o Atlântico, nos molhes de Rio Grande, até as águas litorâneas em Capivari do Sul e Palmares do Sul. Também pode-se observar o Guaíba até o Delta do Jacuí.

Por fim, bem à direita da imagem, ou subindo em direção ao norte brasileiro, ainda se vê Florianópolis, capital catarinense.

GZH