Saúde
Foto: Dado Ruvic/Reuters

A principal desenvolvedora da vacina contra o coronavírus, da Universidade de Oxford, disse nesta semana que é possível, mas não certo, que o produto esteja disponível ainda neste ano. Os testes recentes mostraram que a vacina funciona e os próximos passos necessários serão: demonstrar que a vacina é efetiva através de testes em estágio avançado, fabricação de doses em larga escala e também que os órgãos reguladores a licenciem rapidamente para uso emergencial.

A Uirapuru conversou na manhã desta terça-feira (21) com o médico Dr. Júlio Stobbe sobre este assunto. Stobbe destacou que a vacina é a chave para o fim da atual situação, mas é preciso ter certeza que qualquer pessoa estará imune após a dose e por um tempo razoável. Isso ainda está em construção.

Receitas milagrosas que não sejam a vacina estão fora de trazer uma solução, mas a ciência mostra que lavar as mãos, usar máscara e praticar o distanciamento social salva vidas e evita a disseminação do vírus. O médico ainda destacou que até que a vacina não esteja aqui, no Estado, para todos, haverá um vai e volta do vírus, contaminando um pouco mais, outras vezes menos.

Rádio Uirapuru