Polícia
Foto: PM/Divulgação

Em trabalho que investiga os crimes de estelionato mediante fraude eletrônica e organização criminosa, a PC realizou o cumprimento de nove mandados de busca e apreensão, na manhã desta quarta-feira, 23, sendo um em Porto Alegre, dois em Panambi, três em São Leopoldo e três em Constantina. Na região metropolitana, um homem foi preso preventivamente acusado de aplicar os golpes.

Segundo o delegado Tiago Bittencourt, o indivíduo acusado de enganar as vítimas, ligava para as mesmas, que eram correspondentes bancárias, se identificando como representante do Banco do Brasil ou da Febraban, as oferecendo vantagens e ludibriando-as a realizarem depósitos em pelo menos 89 diferentes contas “laranja”, de pessoas que realizavam movimentações, culminando com depósitos a familiares que residiam em Constantina e hoje encontram-se morando em Panambi. Bittencourt afirma que será realizado um pedido judicial para bloqueio destas operações. O suspeito de ser o responsável pelas ações criminosas foi preso em São Leopoldo.

“A gente conseguiu identificar que ele aplicou golpes em vítimas em 28 cidades do Estado (RS), uma em Tocantins e outra em Goiás. Certamente existem mais vítimas, mas a gente está efetuando o trabalho para conseguir mapear todas”, ressaltou o delegado.

O indivíduo preso preventivamente estava cumprindo pena em prisão domiciliar, já que foi condenado por outros crimes como roubo e assalto à mão armada. Foram apreendidos celulares, cartões, extratos bancários e elementos que corroboram com a riqueza de provas que já consta no inquérito policial.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/LcUkJiPfFhlIDqww4qC7Wn

Folha da Produção