Bichos
Foto: Arquivo pessoal

Depois do diagnóstico de Covid-19 e de passar 57 dias internado no Hospital Arcanjo São Miguel, em Gramado, na Serra do Rio Grande do Sul, Aguinaldo Lazaretti, de 56 anos, recebeu alta na quarta-feira (7) e foi recebido pela família e a cachorrinha de estimação Flora.

A esposa Elenara, os dois filhos, Pedro e João Vitor, profissionais da instituição, levaram a mascote para acompanhar a saída do hospital.

“Eu não esperava essa surpresa e nem sabia se era possível mas quando isso se concretizou, parece que deu uma renovada dentro de mim. Era um momento tenso eu saindo do hospital depois de 57 dias. Ela me renovou a esperança, ao ver aquele animalzinho que só quer o bem. Temos muito o que aprender com eles”, afirma Aguinaldo.

Ele passou a maior parte do tempo na UTI e precisou ser intubado por duas vezes. A esposa conta que, durante a internação, sem a possibilidade da presença da família, o marido pedia aos médicos pra ver os familiares e a cachorrinha, de dois anos.

“É uma prova de um milagre ele ter sobrevivido graças a Deus. E diante de tanta tristeza da Covid, achei muito lindo a atitude do hospital”, diz Elenara.

A visitação controlada de animais de estimação faz parte de uma iniciativa de humanização do Hospital Arcanjo São Miguel e cumpre vários protocolos, incluindo um atestado veterinário.

É preciso autorização, verificação e controle por serviços internos do hospital, como o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar e o Núcleo Interno de Segurança do Paciente. Esse tipo de atendimento cumpre as exigências da Lei Estadual N° 15.352 de 23 de outubro de 2019.

Em casa, Aguinaldo também foi recepcionado, à distância, por familiares, amigos e colegas de trabalho, que comemoraram o retorno.

RBS TV