Polícia
Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil deflagrou na última segunda-feira (19) em Esteio, a Operação Alvorecer. O objetivo era prender criminosos envolvidos em estupros de vulneráveis e pedofilia.

Um homem de 46 anos está entre os presos. Ele estuprava a enteada que, pelo sigilo da investigação, não teve a identidade divulgada. Os estupros ocorreram durante dois anos.

O criminoso é portador de HIV. Conforme a delegada Luciane Bertoletti, titular da delegacia de Esteio, a menor está passando por exames, mas não foi infectada.

No total, foram cinco presos. As vítimas tinham idades entre 4 e 12 anos. A delegada ressaltou que, esse tipo de delito acontece, na grande maioria das vezes, dentro de casa ou no circulo de amigos, vizinhos  e parentes. “Isso torna a comunicação e a investigação mais difícil.”

Já o diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), delegado regional Mário Souza, frisou que missão da polícia é dar continuidade a investigação e apuração a esse tipo de delito. “São crimes graves que serão reprimidos”.

Agência GBC