Polícia
Foto: Arquivo Pessoal

Uma jovem de 18 anos foi encontrada morta dentro de casa no bairro Agronomia, na zona leste de Porto Alegre, na manhã de segunda-feira (12). Segundo a polícia, o padrasto dela deixou uma carta confessando o crime.

A vítima foi identificada como Gabriele França, 18 anos, e teria sido morta por estrangulamento e asfixia, durante a madrugada. Após cometer o crime, o homem ligou para familiares, avisou vizinhos e fugiu.

Por volta das 6h50min, moradores encontraram Gabriele morta sobre a cama, no quarto da residência da Rua Beija-Flor, uma via pequena e de chão batido. A carta que teria sido escrita pelo padrasto foi localizada pelos peritos.

A delegada Jeiselaure Rocha de Souza, titular da 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Porto Alegre, esteve no local e conversou com familiares da jovem. A principal suspeita é de que o padrasto tenha cometido o crime por vingança.

— Ele não aceitava o fim do relacionamento com a mãe da vítima e já teria feito ameaças no ano de 2019. A perícia agora vai apontar a causa da morte — disse a policial, acrescentando que buscas estão sendo feitas pelo suspeito.

O clima entre os moradores da região era de comoção na manhã desta segunda-feira. A mãe da jovem, que não estava mais morando no local, saiu do bairro Mario Quintana e, quando soube do crime, precisou ser amparada por uma vizinha.

O casal ficou junto por 16 anos e teve quatro filhos. Eles estão separados há dois anos.

Na casa de madeira, com uma peça de material aos fundos, morava o padrasto e a enteada. Os quatro filhos do casal passavam um tempo em cada residência e, nesta madrugada, estavam com a mãe.

GZH