Polícia
Foto: Divulgação

Uma operação conjunta realiza, na tarde desta sexta-feira, um cerco policial na cidade de Itati para localizar criminosos que assaltaram uma agência bancária do Sicredi. De acordo com o tenente Marcelo Nunes da Brigada Militar de Porto Alegre, entre cinco e seis indivíduos usaram reféns como cordão humano para evitar entrar em confronto com a polícia. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), o Batalhão de Aviação e a Brigada Militar da Capital foram acionados para integrar a operação no Litoral gaúcho.

De acordo com informações da BM, os criminosos fugiram em dois veículos: um carro Ford Ka Hatch, de cor branca, e um VW Gol, de cor vermelha. Segundo informações preliminares, eles teriam se deslocado em direção a cidade de Três Forquilhas.

Ainda de acordo com o Nunes, na fuga, um dos reféns teria sido levado junto com os criminosos, mas foi liberado em seguida. Imagens da câmera de segurança da agência bancária, divulgadas pela BM, mostram pelo menos um dos assaltantes portando uma arma longa. A polícia ainda não tem informações sobre valores roubados da agência.

Correio do Povo