Polícia
Foto: Arquivo Pessoal

A Polícia Civil de Planalto está próxima de apresentar a representação na Justiça do caso envolvendo a morte de Nelson Glowacki, vereador do município, reeleito em novembro.

Quem está à frente da investigação é o delegado responsável pela DP de Planalto, Ercílio Carletti que afirmou já ter identificado o autor dos tiros. “Esse caso foi bem importante e o inquérito está em fase de conclusão. O suspeito já foi identificado, mas restam alguns detalhes da investigação”, relatou.

O principal suspeito já prestou depoimento na delegacia e confessou ter cometido o crime. “Já temos a arma do crime e faltam alguns detalhes em relação à motivação e eventuais participantes. Ele assumiu a autoria do fato, só não vai ser remetido [inquérito] à Justiça porque o réu não está preso, então não tem um prazo. Ele se apresentou e deu a sua versão do crime, mas assumiu a autoria dos disparos. Mas já é um fato esclarecido”, explicou Carletti.

Nelson Glowacki foi atingido por dois tiros nas costas, na noite de 13 de novembro. Nelson passava por uma rua, no limite entre as zonas urbana e rural do município, de motocicleta, sozinho, quando teria percebido que era seguido por alguém. Ao parar, foi atingido. Os moradores do entorno acionaram a polícia.

Glowacki foi internado e faleceu no Hospital de Caridade de Três Passos, no dia 15 de novembro. No mesmo dia, se reelegeu, pelo MDB, com 298 votos. Ele cumpria o final do mandato na Câmara Municipal.

VEJA TAMBÉM

Com informações de Folha do Noroeste