Internacional
Foto: Cultura Foz

O Paraguai anunciou na noite deste domingo, 15, o bloqueio total de suas fronteiras, incluindo a Ponte Internacional da Amizade. Só será permitida a entrada de paraguaios e residentes no país. O objetivo é restringir a entrada do novo coronavírus no Paraguai. A princípio o anúncio afirmava que o fechamento seria parcial. Porém na noite de hoje foi dada uma nova orientação ao setor de migração. O bloqueio será mantido por um período de 15 dias.

De acordo com post no twitter oficial do setor de Migração, a medida foi tomada por instruções do presidente Mario Abdo Benítez. Com isso, já a partir de amanhã, segunda-feira, 16, o tráfego de pessoas será restrito nas fronteiras, sendo permitido a entrada apenas para cidadãos residentes no país. “A DGM também levará adiante a limitação de pontos fronteiriços habilitados para o ingresso de cidadãos paraguaios, estrangeiros residentes, membros de missões diplomáticas e de organismos internacionais com ingresso autorizado”, diz a nota.

Ainda de acordo com a publicação, “Aos que ingressem ao país, será aplicado isolamento preventivo obrigatório em seus domicílios, com controle de verificação aleatória, a cargo do Ministério da Saúde Pública e Bem-Estar Social. Outros detalhes serão dados amanhã (16) pela Presidência”, conclui o comunicado.

Rádio Cultura Foz