Saúde
Confira decreto municipal. Foto: Arquivo/TP News

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (29), com a participação do poder executivo, secretariado do município de Tiradentes do Sul e a Brigada Militar, foi definido pela interdição da orla da Prainha do Cascalho.

A interdição é por prazo indeterminado.

O decreto 054/2020, determina a interdição do Balneário Prainha do Cascalho visando evitar aglomeração de pessoas e o enfrentamento à epidemia causada pela Covid-19 e dá outras providências, se deve ao alto número de pessoas que vem frequentando o local, gerando grande aglomeração em meio a pandemia de Covid-19.

Confira o decreto na íntegra:

Em relação a intensa movimentação registrada no último final de semana na Prainha do Cascalho informamos que:

-O município de Tiradentes do Sul estava sob as regras da Bandeira Amarela do Distanciamento Controlado do Estado o que permitia que o local pudesse receber público;

-Como trata-se de um local aberto e de livre acesso não foi possível que o município controlasse a quantidade de pessoas que adentraram ao local, até por não ser de gerência do município;

-Sabendo de nossas limitações quanto município em fiscalizar e impedir o acesso limitado de pessoas a orla do rio Uruguai;

-Considerando a pandemia de COVID-19 e a necessidade de conter a sua disseminação, evitando e coibindo as aglomerações:

DECIDIMOS pela interdição do acesso a orla da Prainha do Cascalho aos sábados, domingos e feriados conforme está previsto no Decreto Municipal nº054/2020 do dia 29 de outubro de 2020.

Informamos que a partir desta data será lacrado o acesso principal ao rio aos finais de semana pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde que contará com o apoio da Brigada Militar na fiscalização do cumprimento do decreto municipal.

Está interdição valerá por prazo indeterminado, podendo ser revisto pela municipalidade quando se fizer necessário.

VEJA TAMBÉM