Especial
Foto: PM/Divulgação

Resgatar e zelar pela história de Tiradentes do Sul. Estes foram os motivos que levaram o prefeito Alceu Diel a conversar na terça-feira, dia 10 de novembro, com o superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Rio Grande do Sul, Leonardo Maricato, e com o coordenador técnico, Daniel Deck.

A Colônia Militar do Alto Uruguai, e o possível tombamento do local, foi o assunto principal do encontro. A instalação datada do ano de 1879 foi autorizada pelo Imperador D. Pedro II e, segundo Alceu Diel, “ faz parte de um passado que precisa ser preservado”.

O tombamento é um ato administrativo que pode ser realizado pela União, Estado ou Município, objetivando proteger e conservar locais com reconhecido valor histórico e cultural. Maricato sugeriu que a partir de agora sejam reunidas todas as informações necessárias e, posteriormente, encaminhadas ao IPHAN e, também, ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae).

O prefeito destaca que tombar a ex-colônia militar significa manter as formas originais do lugar. “O processo prevê a análise, por profissionais da área, das edificações e tudo o que compôs a antiga colônia e, com isso, mensurar o que terá que ser feito para recuperá-la e, consequentemente, preservá-la”.

Alceu Diel acredita “que todos os esforços são fundamentais para que o Alto Uruguai tenha certificada definitivamente a sua importância e garantida à manutenção de sua memória”.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/FgbjSTIljFc3kF3Od5lWfx

Assessoria de Comunicação