Curiosidades
Foto: Arquivo Pessoal

Rodeio Bonito chamou a atenção do Estado no mês de novembro e, desta vez, não foi pelo costumeiro destaque do município quanto à suinocultura, já que a cidade sempre é referência estadual neste setor. Foi a política que despertou a curiosidade dos gaúchos, pois o prefeito eleito no dia 15 de novembro, Paulo Duarte tem como vice-prefeita a esposa, Marcia Beatriz Vedana.

Além do fato inusitado de um casal ter sido eleito para comandar o Executivo, a chapa foi pura, pelo PTB, e obteve 57,55% dos votos válidos, enquanto a outra candidatura representava uma coligação. Para Duarte, o sucesso nesta trajetória é fruto do trabalho de ambos na vida política, mas, principalmente, a Deus.

– O nosso sucesso nessa jornada atribuímos, em primeiro lugar, a Deus. Claro que ele colocou em nós essa vontade, e só fomos eleitos prefeito e vice porque Deus abençoou. O sucesso vem do nosso estilo humilde, pessoas simples que somos, trabalhadores, não temos distinção de classe, cor, religião, partido político, respeitamos todo mundo. Tendo o respeito das pessoas e respeitando é mais fácil de alcançar os objetivos. Fica mais fácil de as pessoas entenderem o que você está falando e aquilo que você faz no dia a dia. Porque há  pessoas que têm um discurso e, na prática, fazem outra coisa, daí não funciona –, avalia.

Ações

Entre os setores, a saúde vai receber total atenção dos eleitos, assim como agricultura, indústria e comércio, educação, assistência social e habitação. “Já temos praticamente 80% da equipe que vai compor as secretarias. Serão pessoas que têm conhecimento em relação à área em que vão atuar. Ainda não vamos divulgar os nomes, porque queremos terminar essa composição. Mas cada pessoa vai trabalhar no lugar certo”, garante.

Duarte afirma que a população rodeiense pode esperar muita dedicação e trabalho sério nos próximos quatro anos. “A comunidade pode esperar muito empenho, vamos buscar recursos, implementar diversas iniciativas nos vários setores do município. Podem ter certeza que iremos ser pessoas atuantes, vamos buscar onde tiver recursos para fazer o que tem que ser feito. Vamos trabalhar juntos, o município não tem dono, é do povo. Não podemos esquecer de quem nos colocou no poder. Todos são funcionários do povo. Quem paga o salário dos representantes é a população, com os impostos e com tudo que é arrecadado pelo município”.

Vida política

Na trajetória política, Duarte lembra que sempre trabalhou apoiando candidaturas desta mesma ideologia que defende até hoje. Em 1996 foi eleito vereador, foi presidente da Câmara na Legislatura e também teve a oportunidade de assumir como prefeito algumas vezes. Em 1999 concorreu novamente ao Legislativo e ficou suplente, assumindo como vereador em algumas oportunidades.

Já a vice-prefeita eleita, Marcia Vedana sempre foi participante na política. Concorreu em 2016, pela primeira vez como candidata à vereadora e teve uma boa aceitação, deixando seu nome na história do município, pois como eleita, conseguiu muitos recursos para Rodeio Bonito neste período, cerca de 1,6 milhão.

A oportunidade de concorrem juntos ao Executivo foi sacramentada pelo partido, que tinha outros bons nomes para a majoritária, mas apostou na dupla, que colheu o sucesso no pleito. “Agora é trabalhar para mostrar à população que temos potencial e queremos trabalhar muito bem para o nosso município e para nossa região. Os municípios não vivem sozinhos, dependem muito da parceria. E já estamos tratando parcerias em vários setores, para buscar o bem da nossa região. Por fim, deixo meu agradecimento especial aos três vereadores do PTB que concorreram. Não conseguimos eleger nenhum, mas deixamos nosso obrigado pela coragem, por terem enfrentado essa jornada sem estrutura partidária, sem recursos praticamente. Também parabenizar os eleitos e os demais candidatos que participaram”, finaliza.

Folha do Noroeste