Saúde
Foto: Reprodução

Prefeituras gaúchas começaram, nesta semana, a emitir decretos tornando obrigatório o uso de máscaras pela população, como medida de enfrentamento à pandemia de Covid-19. Em Cachoeirinha, na região Metropolitana, o prefeito Miki Breier assinou a decisão nesta terça. O documento determina a obrigatoriedade do uso de proteção facial pelos trabalhadores de setores autorizados a abrir e moradores que precisem sair de casa.

Medidas semelhantes já haviam sido tomadas ontem em Ivoti, no Vale do Sinos. O prefeito Martin Cesar Kalkmann estabelece o uso massivo de máscaras descartáveis ou de tecido. Os itens podem ser produzidos de forma caseira, conforme orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS). A partir de quinta, também devem usar máscara os usuários de táxi e transporte coletivo ou compartilhado, clientes de serviços essenciais, como supermercados, mercados e farmácias, e de estabelecimentos comerciais que tiverem a atividade liberada.

Em São Sepé, na região Central, o uso obrigatório de máscaras também começou a valer nessa segunda-feira. O decreto, assinado pelo prefeito Leocarlos Girardello, permite o modelo de fabricação doméstica, e vale para o acesso a estabelecimentos públicos e privados da cidade.

Em Restinga Sêca, na mesma região, o prefeito Paulo Ricardo Salerno determinou, da mesma forma, o uso dos acessórios de proteção. O decreto obriga o uso de máscaras cirúrgicas e caseiras em ambientes públicos e privados, em toda a cidade, principalmente em locais que tenham filas de espera.

Em Encruzilhada do Sul, no Vale do Rio Pardo, o prefeito Artigas Teixeira da Silveira emitiu um decreto, na manhã de hoje, determinando o uso de máscaras, sobretudo em via pública.

Já o prefeito de Lajeado, no Vale do Taquari, informou em vídeo publicado ontem que o decreto que obriga o uso de máscaras entra em vigor ainda durante a semana. De acordo com Marcelo Caumo, o Município espera a publicação do decreto do governo estadual, que regulamenta o funcionamento do comércio, para adequar a legislação.

Rádio Guaíba