Polícia
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Em operação deflagrada na manhã desta terça-feira (23) no Vale do Sinos, no Vale do Caí e na Serra, a Polícia Civil prendeu, em Novo Hamburgo, uma mulher que gravou vídeos usados por criminosos para aplicar o golpe dos nudes em todo o país.

Segundo a investigação, ela se passava por adolescente e, às vezes, por mãe de vítima de abuso sexual em um falso depoimento — em cenário que imitava uma delegacia de polícia (veja o vídeo abaixo). Um integrante da quadrilha se passava pelo agente que tomava o depoimento da mulher.

As imagens eram repassadas para homens que haviam trocado fotos ou vídeos íntimos com os golpistas. O objetivo era extorqui-los mediante ameaças ou de expor a situação para familiares.

Durante a ação desta terça, foram cumpridos 10 mandados de busca e três de prisão. Além da mulher que aparece no vídeo, a filha dela, também suspeita de integrar a quadrilha — comandada por um detento —, foi detida em Novo Hamburgo e uma terceira mulher foi presa em Farroupilha. Mandados judiciais foram cumpridos ainda em Montenegro, onde o homem apontado como líder do grupo cumpre pena de prisão, e em Caxias do Sul.

A chamada Operação Sextorsion foi comandada pelo titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil, delegado André Anicet. Segundo ele, o vídeo gravado pela mulher do Vale do Sinos foi usado pela quadrilha em todo o Brasil, já que os contatos eram feitos inicialmente pelas redes sociais e depois pelo WhatsApp com homens de todo o país.

A ofensiva desta terça-feira é desdobramento de outras operações, deflagradas no dia 4 deste mês em Passo Fundo e em Erechim, de outra ação, no mesmo dia, envolvendo vítimas de São Paulo e mais recentemente, no dia 17 deste mês, com vítimas de Santa Catarina. Em todos os casos, o Deic atuou junto com agentes das respectivas regiões e Estados.

Os crimes apurados são de extorsão, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Os investigados não tiveram os nomes divulgados.

Golpe dos nudes

golpe dos nudes ocorre quando uma pessoa finge ser uma adolescente e mantém contato com homens mais velhos para trocar imagens íntimas, simulando depois acionar os pais e a polícia para exigir dinheiro, com o objetivo de não expor a situação para familiares da vítima ou até mesmo não iniciar uma suposta investigação policial.

A trama dos criminosos perante as vítimas é bastante orquestrada, sendo que alguns integrantes também atuam como falsos pais da suposta adolescente e outros como falsos advogados da família ou policiais, tudo para fazer com que a pessoa desembolse dinheiro para realização de um prometido acordo.

Para transmitir credibilidade às exigências e causar apreensão nas vítimas, os criminosos montaram uma falsa delegacia de polícia, onde fizeram as imagens internas simulando a tramitação de investigações com a mulher detida nesta terça-feira e até a expedição de supostos mandados de prisão.

De acordo com o diretor do Deic, Sander Cajal, o vídeo gravado no RS foi usado em dezenas de extorsões.

— Foi através do vídeo e dos depoimentos das vítimas do Brasil todo que conseguimos identificar as suspeitas. Por isso, mesmo que em uma situação constrangedora, as pessoas têm que procurar a polícia — disse.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/DQDP80AM1AuE8kxc2pC6Ex

GZH