Polícia
Foto: Reprodução

No final da manhã desta terça-feira (10/11), foi dado cumprimento ao mandado de prisão preventiva, expedido em desfavor do autor do homicídio ocorrido na noite de domingo 08.11.2020, em balneário, na Esquina Piratini, interior de Bossoroca, quando a vítima, de 48 anos foi atingida por seis disparos de arma de fogo, quando encontrava-se em companhia de uma mulher, cujo ex companheiro foi apontado como o autor dos disparos, fato que restou comprovado pela apreensão, num primeiro momento, em cumprimento a mandado de busca e apreensão, na noite de 09.11.2020, de munições de calibre compatível com os estojos localizados no local do crime e nesta data com a apresentação da arma utilizada, uma pistola, calibre .380 e da confissão do investigado que apresentou-se à delegada responsável pela investigação, Dra. Elaine Maria Schons, acompanhado do advogado. 

A rápida solução e cumprimento das medidas cautelares, mesmo dentro do período eleitoral, foi possível, diante do pronto atendimento da ocorrência pela equipe policial volante que coletou os elementos iniciais que possibilitaram a representação pelas medidas cautelares e, também, do trabalho conjunto das equipes de investigação da Delegacia de Polícia de São Luiz Gonzaga e DRACO, sendo a prisão preventiva cumprida, dentro do período proibitivo previsto no Código Eleitoral, em razão de entendimentos jurisprudenciais que autorizam a medida excepcional, por encontrar amparo na Constituição Federal, motivo pelo qual, após interrogado e apreendida a arma do crime, o investigado foi recolhido à Penitenciária Estadual de São Luiz Gonzaga.

Assessoria de Comunicação da Polícia Civil