Justiça
Jeferson Cassiano Wildner, a vítima, tinha 22 anos. Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

O acusado da morte de um jovem de 22 anos, fato que ocorreu na madrugada de 30 de março de 2019, em Três Passos, voltou a ser preso no final da tarde de segunda-feira, 13, em sua residência, no bairro Glória. A prisão do indivíduo, que era procurado da Justiça, foi efetuada pela Brigada Militar.

O preso é apontado pela polícia como o autor das agressões que causaram a morte de Jeferson Cassiano Wildner, de 22 anos, no pátio do Posto Ipiranga, na avenida Santos Dumont, no centro da cidade. O crime foi flagrado por câmeras de segurança.

O acusado foi preso pela primeira vez quando se apresentou na Delegacia de Polícia Civil, no dia 1º de abril. Um tempo depois foi liberado e agora retornou ao sistema prisional onde se encontra à disposição da Justiça.

Entenda o caso

Conforme a polícia, a vítima foi agredida com socos, pontapés e coronhada. O autor do crime estava acompanhado da esposa e um filho, quando avistou a vítima no pátio de um posto de combustíveis. Populares revelaram que o agressor teria cobrado uma divida e após se iniciaram as agressões.

Os policiais militares foram acionados e encontraram Jeferson Cassiano Wildner caído ao chão e com sangramento na cabeça. Ele chegou ser socorrido pelos agentes do SAMU, até o Hospital de Caridade, porém não resistiu aos ferimentos e morreu. A suspeita era que ele sofreu traumatismo craniano.

O autor das agressões fugiu em um veículo Focus Hatch, de cor preta, quatro portas.  A suposta divida que a vítima tinha com o agressor era de R$ 250,00.