Polícia
Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil prendeu temporariamente, na manhã desta quarta-feira (28), o suspeito de matar a tiros o candidato a vereador em Flores da Cunha João Carraro, de 63 anos, do PSB.

O homem, de 44 anos, foi encontrado no bairro Vindima, na cidade da serra gaúcha. O crime aconteceu na tarde de terça (27).

Foi apreendido o veículo que teria sido usado pelo suspeito no crime. Segundo a polícia, a motivação foi pessoal e não teria ligações com o pleito eleitoral.

O caso é investigado pelo delegado Rodrigo Duarte. A polícia não divulgou a relação entre o suspeito e a vitima.

Relembre o caso

João Carraro foi morto a tiros enquanto fazia atividade de campanha na localidade de Lagoa Bela, interior do município.

Segundo o delegado, Carraro estacionou o carro em frente a uma casa. Ao descer do veículo, outro carro, que vinha atrás, parou. Um homem desceu e atirou cinco vezes contra a vítima, que morreu no local. O suspeito estaria sozinho.

João Carraro já havia sido vereador em Flores da Cunha pelo PDT, entre os anos de 2005 e 2008. Nesse ano, estava em campanha pelo PSB.

G1 RS