Polícia
Quatro são suspeitos do crime por espancamento. Foto: Arquivo Pessoal

Segundo a Polícia Civil, os outros dois indivíduos com mandados de prisão temporária, suspeitos de terem participado da morte ocorrida na Prainha do Cascalho na noite de 25 de outubro, em Tiradentes do Sul, apresentaram-se na tarde desta terça-feira, 3, na Delegacia de Polícia de Três Passos. Após o registro da ocorrência, foram encaminhados ao Presídio Estadual.

No último domingo, 31, ocorreram as prisões, uma preventiva e outra temporária, de mais dois suspeitos nas localidades de Linha Bela União, em Tiradentes do Sul, e Linha Caçador, em Esperança do Sul. Um dos suspeitos responde pela morte de um morador em novembro de 2018, em Esperança do Sul. O detento teria sido liberado devido à pandemia do coronavírus.

Relembre o caso

Foi a óbito na manhã de terça-feira, 27, na UTI do Hospital de Caridade de Três Passos, o três-passense vítima de espancamento na noite do domingo, 25, em um balneário no município de Tiradentes do Sul.

Alberi Martins da Silva, de 38 anos, funcionário da prefeitura municipal de Três Passos, sofreu diversas fraturas na região da cabeça e estava entubado, seu estado de saúde era considerado muito grave. Ele teve traumatismo craniano devido aos ferimentos na cabeça e no rosto.

A vítima se envolveu numa briga, por volta das 23 horas, na Prainha do Cascalho, com cerca de 10 pessoas. Um filho da vítima, de 18 anos, também foi agredido, mas conseguiu escapar dos agressores. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Três Passos.

VEJA TAMBÉM