Tempo
Foto: Arquivo/TP News

Frente fria traz chuva neste fim de semana para o Sul do Brasil. É o que indica a previsão do tempo da MetSul Meteorologia. O tempo já começou a mudar no Sul do Rio Grande do Sul nesta sexta, terá instabilidade em mais regiões gaúchas durante o sábado e a chuva alcançará a maior parte do Sul do Brasil até o domingo.

Uma massa de ar quente começa se instalar no Rio Grande do Sul nesta sexta-feira. O ar quente que avança de Norte induz a formação de frente quente sobre o Uruguai, onde se espera aumento de nebulosidade com chuva, raios e ocasional granizo isolado durante as próximas horas.

O processo de formação desta frente já trazia chuva para pontos do Sul gaúcho na manhã desta sexta-feira em áreas como de Pelotas, Jaguarão, Santa Vitória do Palmar e do Chuí. No restante do Estado, o sol predomina com ingresso de ar seco e quente trazido por uma corrente de jato (vento) em baixos níveis da atmosfera que se origina na Bolívia e garante o aporte de ar quente para o território gaúcho.

Por isso, a tarde desta sexta-feira será com temperatura alta para esta época do ano na maioria das regiões gaúchas com máximas que devem ficar perto ou ao redor em áreas como a Grande Porto Alegre, a região dos vales, o Oeste e o Noroeste gaúcho. Mesmo na Serra são esperadas marcas altas que podem até ficar entre 25ºC e 27ºC em pontos da região de Caxias do Sul e de Gramado.

CHUVA COMEÇA A AVANÇAR NESTE SÁBADO

O sol aparece em todo o Rio Grande do Sul no decorrer desta sábado, entretanto o tempo muda em parte do Estado. A instabilidade que está hoje sobre o Uruguai como uma frente quente começa a se deslocar, desta vez impulsionada por uma massa de ar frio, como uma frente fria.

O sistema frontal provoca aumento de nebulosidade em parte do território gaúcho e o tempo se instabiliza com chuva e trovoadas ao longo do sábado em pontos do Oeste e do Sul gaúcho, especialmente em horas da tarde para a noite. No final do dia, à noite, a chuva deve alcançar municípios da faixa central do Estado, como da região de Santa Maria.

Há risco de chuva moderada a forte em diferentes pontos do Oeste e do Sul gaúcho com a chegada da frente fria no decorrer do sábado. A possibilidade de temporais localizados de granizo ou vento forte, uma vez que a atmosfera estará muito quente ao Norte da frente, não pode ser descartada.

Na região de Porto Alegre, a melhor estimativa da MetSul Meteorologia é que a chuva deve chegar quase no final do sábado, à noite, ou durante as primeiras horas do domingo, mas o sol deve predominar na Capital ao longo do sábado com aumento de nuvens durante a segunda metade do dia.

CALOR E VENTO NORTE ANTES DA CHUVA

O sábado na maior parte do Rio Grande do Sul será atipicamente quente para o mês de junho, exceção das áreas mais ao Sul do Estado que vão registrar primeiro a chegada da instabilidade associada à frente fria. As máximas à tarde neste sábado devem ficar perto ou ao redor das máximas médias históricas para os meses de janeiro e fevereiro, para se ter ideia do calor previsto pela MetSul para o período da tarde.

Porto Alegre, por exemplo, pode ter máxima entre 30ºC e 31ºC na tarde deste sábado. Os termômetros podem marcar até 31ºC ou 32ºC em cidades dos vales e da Grande Porto Alegre, como na área de Campo Bom. A temperatura deve passar dos 30ºC também em municípios do Noroeste gaúcho.

Com a atuação da corrente de jato em baixos níveis da atmosfera precedendo a chegada da frente fria e trazendo ar quente para o Rio Grande do Sul, o vento neste sábado deverá soprar de Norte na maioria das regiões gaúchas, podendo ser moderado com ocasionais rajadas em alguns pontos, especialmente de maior altitude da Metade Sul e em áreas de encostas.

CHUVA ALCANÇA A METADE NORTE E SANTA CATARINA NO DOMINGO

A frente fria deve avançar mais para o Norte no decorrer do domingo, o que trará chuva e deixará o dia com tempo instável e muitas nuvens na Metade Norte do Rio Grande do Sul. Em razão disso, regiões como a Serra, o Planalto Médio e o Alto Uruguai devem ter a chegada das precipitações apenas no domingo.

A chuva isoladamente pode ser moderada com pancadas fortes na Metade Norte gaúcha ao longo do domingo. O risco de temporais não é alto, mas algumas ocorrência isolada de tempo severo não pode ser descartada. Trovoadas são possíveis em diferentes municípios acompanhando a chuva.

Com o deslocamento do sistema frontal mais para o Norte, a tendência é de a chuva no domingo alcançar a maioria das regiões de Santa Catarina e também até pontos do estado do Paraná, especialmente do Sul paranaense.

VOLUMES PREVISTOS

Os maiores acumulados de chuva previstos na chegada desta frente fria devem se concentrar no Rio Grande do Sul, mas não se espera um evento de precipitação tão volumosa quanto o registrado na última sexta-feira de maio, quando partes do Estado tiveram até 100 mm a 150  mm com marcas de 70 mm a  90 mm na Grande Porto Alegre. A tendência agora é de chover menos.

Só que estes volumes de chuva não devem ser definitivos no Sul do Brasil. A MetSul antecipa que a primeira metade da próxima semana reserva mais instabilidade na parte meridional do país e com mais chuva.

A continuidade da instabilidade deve elevar os acumulados principalmente na Metade Norte gaúcha, em Santa Catarina e no Paraná. Sem o ingresso de uma massa de ar frio de maior intensidade, a chuva deve prevalecer em parte da próxima semana.

MetSul