Política
Foto: Reprodução

Uma questão bastante comum em períodos eleitorais é a tradicional pergunta: “Se eu não votar nas eleições, o que pode acontecer?”. Independente da sua razão por decidir não votar, a questão é que você vai receber algumas restrições por causa dessa decisão. Veja o que acontece aos eleitores que não votam e nem justificam os votos.

Se não votar e nem justificar, o que acontece?

Pessoas podem não votar por diversas razões como estar fora de sua cidade, estar com alguma doença ou ter alguma outra impossibilidade de comparecer às seções eleitorais.

Independente de qual seja a sua razão para não votar é recomendável que você justifique sua ausência junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pois ter pendências com a Justiça Eleitoral, impede que você exerça vários direitos.

Consequências para quem não votar e não justificar o voto

O eleitor que não estiver com seu comprovante eleitoral ou justificativa em dia não poderá tirar carteira de identidade e passaporte. Então, caso você seja alguém que pensa em viajar para fora do país é bom ficar atento. A única exceção, fica para os brasileiros que vivem no exterior e solicitarem um novo passaporte para voltarem ao Brasil.

O eleitor que estiver com a situação irregular também não poderá prestar concurso público ou ser empossado em cargos que sejam envolvidos em esferas governamentais. Os servidores que por alguma razão estejam em situação irregular, ficam impedidos de receber salários e outros proventos relacionados à sua função.

Não será possível renovar matrícula em instituições de ensino oficiais ou fiscalizadas pelo governo.

A pessoa que não estiver com sua situação eleitoral em dia, também fica impossibilitada de fazer empréstimos com a Caixa Econômica Federal, institutos e caixas de previdência social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo ou que tenham administração e celebrem contrato com ele.

Também não poderá praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda.

Aqueles eleitores que não votarem em três eleições consecutivas e não justificarem sua ausência, terão seus títulos cancelados. Essa regra não é aplicada para quem o voto é facultativo como: analfabetos, jovens entre 16 e 17 anos, e pessoas acima de 70 anos.

Recupere um título cancelado por não votar nas eleições

Caso seu título de eleitor seja cancelado, será necessário ir até o cartório eleitoral da sua região, levando carteira de identidade original, título de eleitor e comprovante de residência para regularizar a situação. Importante lembrar, que pessoas com título de eleitor cancelado e não regularizaram a situação, só poderão corrigir o problema depois das eleições de 2020.

Devido a esses motivos, mesmo que você opte por não votar, é importante justificar seu voto para que essas restrições não atrapalhem seus planos.

Tecnoblog