Tempo
Temporal na noite de ontem em Jaguarão. Foto: Simone Rockett

Temporal destrutivo na fronteira provocou danos na última noite no município de Jaguarão, no Sul do Rio Grande do Sul. A tempestade com duração aproximada de 15 minutos, pouco antes das 23h da segunda-feira, veio com chuva forte, Vendaval e granizo.

Houve destelhamentos, além da queda de árvores e de postes. As equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros percorrem as ruas desde a madrugada e ainda não há um levantamento detalhado dos prejuízos, de acordo com o Diário Popular de Pelotas.

Foto: Divulgação

O bairro Bela Vista foi o mais afetado. Nenhuma família, entretanto, estaria desabrigada. Até o final da manhã desta terça-feira (4), em torno de dez mil clientes permaneciam sem energia elétrica. A assessoria de imprensa da CEEE confirma que as equipes trabalham para restabelecer os serviços o mais rápido possível. Alimentadores, circuitos e chaves foram danificados pelo temporal.

O temporal em Jaguarão foi consequência da chegada de uma frente fria que causou estragos também no Prata encontrou-o a atmosfera muito quente no Rio Grande do Sul. A temperatura chegou ontem a 34°C no Estado e a Grande Porto Alegre teve a tarde mais quente em maio em 16 anos.

A frente fria traz chuva hoje para parte do Rio Grande do Sul com declínio da temperatura. A instabilidade afeta mais o Oeste, o Sul e o Centro do Estado no decorrer do dia. Há risco de chuva localmente forte e de temporais isolados. Amanhã, a chuva atinge a maior parte do Rio Grande do Sul, exceção de alguns pontos mais ao Norte do Estado e perto de Santa Catarina, com pancadas fortes em alguns municípios. 

MetSul