Educação
Foto: Reprodução

Os estudantes da 1ª e 2ª Séries do Ensino Médio do Colégio Ipiranga são, a cada ano, orientados a realizarem a prova do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio – como treineiros, pois se trata de uma experiência que lhes agrega muitas vantagens, tais como a autoavaliação de conhecimentos, aprendizagem na administração do tempo e controle do nervosismo.

No último domingo, 10 de abril, o INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – divulgou as notas dos treineiros da edição de 2021 e os estudantes do Colégio Ipiranga alcançaram excelentes pontuações na Prova de Redação, cujo tema foi “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”.

Nessa prova, que vale 1.000 pontos, distribuídos na avaliação de cinco competências, os treineiros do Ipiranga, em sua maioria, alcançaram entre 800 e 900 pontos, o que é considerado excelente, levando-se em conta que esses participantes ainda não concluíram o Ensino Médio.

O treineiro do ENEM precisa encarar uma rotina de estudos e os estudantes do Colégio Ipiranga, desde a 1ª série do Ensino Médio, coordenados pela professora Denise Menezes Guerra, recebem orientações e têm a oportunidade de se preparar, elaborando produções textuais dos mais variados gêneros, como forma de desenvolver a habilidade de se comunicar de maneira coesa e coerente. 

Eles também participam, semanalmente e em contraturno, da Banca de Redação, quando são desafiados a produzirem os textos no modelo de redação ENEM, o que os leva a assimilar a estrutura do gênero, ativar repertórios culturais relacionados às temáticas propostas, selecionar e organizar informações na defesa do ponto de vista, além de utilizar a norma culta padrão da língua portuguesa.

No Colégio Ipiranga a dedicação dos treineiros é muito incentivada, o que reforça a importância da prática semanal de produções textuais para que eles alcancem a tão sonhada nota mil, de que são muito capazes. 

Colégio Ipiranga