Cidade
Número de casos ativos voltou a aumentar. Foto: Arquivo/TP News

Uma criança do sexo feminino, de apenas nove meses, está entre os 16 novos casos de covid-19 confirmados na tarde desta sexta-feira, 22, em Três Passos.

Conforme boletim epidemiológico, o município tem agora 1.310 casos confirmados da doença, 1.242 já recuperados e 23 óbitos. Os casos ativos chegam a 45 e de óbitos a 23.

Com 11 casos suspeitos, a semana termina com cinco internações: quatro pacientes na Ala-Covid, destes, três casos positivos e um suspeito. Entre os internados, um homem, de 53 anos, está em estado grave na UTI-Covid do Hospital de Caridade.

Três Passos segue previamente mais uma semana em bandeira vermelha

O mapa preliminar da 38ª semana do Distanciamento Controlado, divulgado nesta sexta-feira (22/1), reflete a alteração de indicadores monitorados pelo sistema estadual de enfrentamento à pandemia, com leve queda de internações e óbitos por Covid-19.

Foto: SES RS

Com isso, a classificação prévia traz quatro regiões com bandeira laranja – no mapa preliminar da semana passada, havia apenas uma e, no mapa definitivo, ficaram duas laranjas após o deferimento de um dos recursos.

Ainda assim, a grande maioria das regiões segue em bandeira vermelha, ou seja, com risco alto para esgotamento da capacidade hospitalar e velocidade de propagação do vírus no Estado. As 17 regiões em vermelho somam 78,4% da população gaúcha, enquanto no mapa anterior eram 86% dos habitantes nas 19 regiões.

Veja a classificação prévia da 38ª rodada em

https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br

Comu-Covid realiza reunião nesta sexta-feira

Hoje, 22 de janeiro, estiveram reunidos os membros do Conselho Multissetorial para Enfrentamento da COVID-19 (COMU-COVID), no Gabinete da Prefeitura Municipal de Três Passos.

Foto: PM/Divulgação

Na ocasião, os membros trataram do modelo de distanciamento controlado do Estado do Rio Grande do Sul e sua aplicação no Município de Três Passos. Eles dialogaram sobre a necessidade do cumprimento da Bandeira Vermelha com flexibilização das regras, tendo como base as regras da bandeira laranja.

Presidido pelo vice-prefeito, Pastor Ipê, o Conselho relatou que entende a importância de flexibilizar, no entanto, tendo a preocupação de manter o equilíbrio e a responsabilidade, diante da emergência em saúde pública causada pela pandemia.