Estado

O governo do Rio Grande do Sul irá prorrogar o decreto estadual que prevê restrições ao funcionamento do comércio para as regiões metropolitanas de Porto Alegre e da Serra, onde é observado a maior incidência de casos de Covid-19. As demais cidades do Interior do Estado poderão flexibilizar a abertura de todos os setores do comércio, obedecendo os protocolos de higiene e proteção. O anúncio foi feito pelo governador Eduardo Leite, em coletiva presencial à imprensa nesta quarta-feira, 15. As informações são do Correio do Povo.

A nova determinação do governo foi tomada a partir de dois fatores: as conclusões da primeira etapa de estudo realizada pela Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) e os números de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) dos hospitais da rede pública e privada do RS.

A determinação de restrição total às atividades consideradas não essenciais, como previa o decreto estadual anterior, fez com que gestores de diversos setores e entidades municipais pressionassem o executivo estadual por ações que freassem prejuízos à economia regional.

O Rio Grande do Sul ocupa o 15º lugar em incidência populacional (100 mil habitantes) em comparação com todos os Estados do Brasil. Três Passos, assim como os demais municípios da Região Celeiro, não apresentam nenhum caso confirmado de coronavírus.

VEJA TAMBÉM