Saúde
Foto: PM/Divulgação

O dia 21 de janeiro de 2021, é uma data para ficar na história de Três Passos, pois marca o início da imunização contra a Covid-19 no município.

Nesse sentido, o Governo Municipal organizou um ato junto ao Hospital de Caridade, na manhã de hoje, para registrar as primeiras pessoas vacinadas do município.

A enfermeira, Elizabete do Nascimento Nied, 43 anos, que trabalha no Lar SOS Família e está há 10 anos no Hospital de Caridade, onde atua como coordenadora da UTI. Também, a enfermeira Lúcia Barros, 54 anos, que há 18 anos atua na Atenção Básica da Prefeitura de Três Passos.

O presidente do Hospital de Caridade, Marcos Bohn, agradeceu em especial aos profissionais de saúde pelo empenho para se chegar a este momento tão esperado que traz esperança a todos. Já o vice-prefeito, Pastor Ipê, enfatizou que hoje marca o início do fim dessa desesperança que estávamos vivendo até então, destacando que ainda precisamos viver neste contexto de distanciamento para nos proteger.

O prefeito, Arlei Tomazoni, ressaltou que este momento é um dos marcos para saúde do município, extremamente importante, pois prenuncia o início do fim de um sofrimento vivido por milhões de pessoas. Ele anunciou que outras novidades para a saúde pública, muito em breve virão, para ficar na história de Três Passos.

Foto: PM/Divulgação

A coordenadora de vacinas da Prefeitura, enfermeira Rejane Ceolin e a vacinadora, técnica de enfermagem Denilce Seidenfus, deram continuidade à vacinação dos profissionais de saúde do Hospital, que trabalham diretamente na linha de frente no enfrentamento à pandemia.

Para Três Passos, vieram para esta primeira etapa, 504 doses da vacina. Destas, 202 são destinadas aos profissionais de saúde do Hospital que atuam na UTI e ALA Covid, 158 serão realizadas em idosos institucionalizados, 58 para os profissionais de saúde que trabalham nestas instituições que abrigam os idosos e 86 doses aos profissionais da Atenção Básica que atuam diretamente no combate à pandemia.

À tarde, a Campanha de Vacinação prossegue nos asilos, onde serão vacinados os idosos que estão institucionalizados.

Ainda não há previsão para a vacinação dos demais públicos, por isso, a Secretaria Municipal de Saúde pede para que as pessoas aguardem o anúncio das próximas fases que estarão sendo divulgadas.

Assessoria de Comunicação