Cidade
Foto: Arquivo/Divulgação

Desde o dia 11 de novembro de 2021 está na Câmara Municipal de Vereadores de Três Passos, para aprovação, o Projeto de Lei nº 92/2021, que trata sobre a autorização para licitar a chamada “área do aeroporto”.

“Quatro meses se passaram desde então, demonstrando a morosidade do Legislativo para aprovar projetos importantes enviados pelo Executivo”, segundo a Administração Municipal. “O projeto parado na Câmara só causa prejuízos à população de Três Passos já que são recursos que deixam de entrar nos cofres e que consequentemente seriam investidos em benefício da coletividade”, observou.

A aprovação deste projeto, entende a atual gestão municipal, é de suma importância, pois haverá o aproveitamento da referida área, conservação do local e ganhos financeiros ao Município, podendo estes valores serem investidos em melhorias no município.

Ainda segundo a Administração Municipal, “tendo em vista que a área em questão totaliza 40 hectares, sendo destes, 30 cultiváveis, se multiplicado a 25 sacas de soja o hectare, levando em consideração R$ 160,00 o preço médio da saca do produto, significa que aproximadamente R$ 120 mil por ano deixam de ser investidos em serviços essenciais.”

No dia 16 de dezembro, quando o projeto esteve em pauta na Sessão Plenária, vereadores de oposição alegaram que a área deveria ser desmembrada em três partes iguais, por isso pediram para que a votação fosse adiada.

Antes disso, o secretário Municipal de Indústria e Comércio, Carton Cardoso, e o secretário Municipal de Meio Ambiente, Nader Ali Umar, haviam participado, no dia 25 de novembro de 2021, da reunião das comissões para explicar a importância do projeto e tirar dúvidas dos vereadores.

Mesmo há quase 1 mês (23 de fevereiro) o vereador à época, líder de Governo, Osvaldir Urnau, ter requerido o desarquivamento de projetos, dentre eles o PL nº 92/ 2021, ainda não voltou à pauta das Sessões.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/LcUkJiPfFhlIDqww4qC7Wn