Fenômeno
Foto: Reprodução

Nas sagradas escrituras, no livro de Lucas 1:26-38, o evangelho narra que passados seis meses, Deus enviou o anjo Gabriel a Nazaré, uma localidade da Galileia, a uma virgem que se chamava Maria, que estava prometida em casamento a um homem chamado José, descendente do Rei David. O anjo, então, disse: “O Senhor está contigo”.

Na noite do dia 21 de dezembro deste ano, na cidade de Trosmo, no Norte da Noruega, um dos melhores locais do mundo para a observação das luzes do Norte, a apenas quatro dias do Natal e na noite do solstício de inverno do Hemisfério Norte, uma aurora boreal no céu tomou a forma do que parece ser um anjo.

A fotografia foi feitas e publicada por Polar Night Studio, empresa especializada em fotografia das luzes do Norte e do Ártico. Foi uma noite de grande atividade de luzes no céu coincidindo com maior fluxo solar alcançando a Terra. Os cientistas não sabem ainda explicar, mas costumeiramente ao redor da virada da estação há aparição espetaculares de auroras nos polos.

A ciência tem uma explicação para o fato de darmos sentido ou forma a objetos inanimados ou percepções visuais sem qualquer relação com o que se enxerga. É um fenômeno que se chama da pareidolia. É o mesmo que faz a gente ver animais ou objetos nos formatos das nuvens no céu.

MetSul