Saúde
Foto: Divulgação

Apesar das normas rígidas de sanidade seguidas por frigoríficos brasileiros, alguns casos de coronavírus começam a ser registrados em empresas do setor. A BRF informou na quarta-feira que teve seis funcionários que registraram positivo para a Covid-19, mas que foram afastados antes do diagnóstico, informou o jornal Valor.

A prefeitura de Concórdia, no sábado, informou o primeiro caso de uma trabalhadora de um abatedouro de Ipumirim, cidade vizinha, pertencente à Seara, do grupo JBS. Depois, mais dois trabalhadores da mesma unidade testaram positivo para coronavírus. Os trabalhadores foram afastados. 

Ainda segundo o Valor, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, está acompanhando atentamente esses casos e o objetivo é evitar que o coronavírus atinja muitos funcionários, forçando o fechamento de frigoríficos, como aconteceu nos Estados Unidos.

Medidas de segurança

Os frigoríficos brasileiros seguem protocolos rígidos de equipamentos de proteção individual (EPI). Além disso, as empresas adotaram uma série de medidas de segurança. A Seara informa que estabeleceu protocolos e segue normas do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde.

NSC Total