Cidade
Foto: Divulgação

No dia 07/10/2019, a atual Diretora Administrativa, Paula de Paula Rodrigues, esteve no Centro Administrativo do Estado, na presença do Governador Eduardo Leite, da Secretária Estadual de Saúde Arita Bergmann, Senador Lasier Martins, Deputados Federais e Estaduais, para assinatura do termo aditivo ao contrato entre o Estado e o HCTP, para recebimento de emendas parlamentares as quais o hospital foi agraciado.

Este é o resultado de um trabalho que iniciou em novembro de 2018, quando a Administradora e os Vereadores Nader Umar e Arlei Tomazzoni estiveram na capital federal e realizaram um trabalho intensivo na busca de recursos para o Hospital de Caridade, visitando todos os gabinetes dos deputados da bancada gaúcha e os senadores.

As emendas são divididas em custeio e aquisição de equipamentos médico hospitalar. Sendo que os recursos de custeio foram encaminhadas pelos seguintes deputados:  Jerônimo Goergen 200 mil; Maria do Rosário 150 mil; Darcísio Perondi 300mil e da Senadora  Ana Amélia 150 mil, totalizando os 800 mil reais assinado pelo Governador Eduardo Leite.

E ainda falta a assinatura de mais dois valores que já estão garantidos para a Instituição, uma emenda de custeio de 200.000,00 da Deputada Yeda Crusius, e mais uma emenda para aquisição de dois aparelhos de ultrassom para a UTI e Centro Cirúrgico no valor de 250.000,00 do Senador Lasier Martins, ambas estão aguardando a publicação da portaria para que seja possível a assinatura do repasse por parte do Estado.

Totalizando então 1.000.000,00 de recursos de emendas através desta visita a Brasília – DF e mais 300 mil reais através dos esforços da vice-presidente Lélia Muller.

Sendo que este valor de 1.300.000,00 reais deverá ser utilizado conforme o plano operativo determinado e firmado com o Estado, onde 20% do total de valores destinados para custeio deverão ser aplicados em serviços extra-contrato para os usuários do Sistema Único de Saúde. Paula finaliza lembrando que todo e qualquer recurso destinado pela União, Estado e Município obrigatoriamente seguem uma minunciosa prestação de contas e que o Estado tem feito elogios ao trabalho executado pela equipe administrativa responsável por esta atividade.

A Administradora salienta que há um longo caminho desde que o parlamentar faz a indicação até que a Instituição possa utilizar estes recursos, pois tem que seguir todos os trâmites da União e do Estado até a efetiva liberação do dinheiro.

Estes valores serão utilizados para aquisição de medicamentos e materiais de uso dos pacientes e também será utilizado para pagamento de uma parte do salário dos funcionários.

VEJA TAMBÉM