Região
Foto: Divulgação

Uma boa ação foi registrada nesse dia de Natal em Coronel Bicaco.  O fato aconteceu no KM 58 às margens da BR-468, embaixo da ponte do Rio Turvo na divisa de Coronel Bicaco com Santo Augusto.

Hoje pela manhã, eu e meu amigo Marciel Sides resolvemos fazer uma boa ação a uma pessoa bem conhecida dos caminhoneiros e viajantes, passamos por lá, e deixamos bons rastros de solidariedade, fazendo uma doação E deixando um abraço de fraternidadeNo KM58 às margens da BR-468, embaixo da ponte do rio turvo divisa de Coronel Bicaco com Santo Augusto mora nosso amigo Uruguaio Hugo Ernesto Pantucho Rodriguez, de 55 anos, vive no local desde julho de 2016, após se separar da esposa na cidade de Santa Rosa. Sem ter onde morar, ele acabou se fixando em uma galeria sob a estrutura de concreto, onde mora acompanhado de uma cachorrinha e de um gato.Bem agasalhado, o homem afirmou que não sente frio. Ele garantiu que não bebe nem fuma. Seu sustento vem de lenha lascada vendida na cidade e de doações. Hugo contou que vive há 30 anos no Brasil e que, após sair a papelada do divórcio, pretende voltar ao Uruguai para fazer a carteira de identidade. Depois, voltará a viver no Brasil.(Ps: Resolvemos gravar o vídeo para incentivar outras pessoas a também ajudarem, não somente nosso amigo HUGO, Mas todas as pessoas que necessitam, não só de dinheiro, mas de atenção, talvez um abraço e algumas palavras de carinho, Deus abençoe a todos)

Posted by Douglas Eduardo Szpanic on Wednesday, December 25, 2019

Os amigos Douglas Eduardo Szpanic e Marciel Sides estiveram visitando e realizando uma doação ao uruguaio Hugo Ernesto Pantucho Rodriguez, de 55 anos, que vive no local desde julho de 2016, após se separar da esposa na cidade de Santa Rosa. Sem ter onde morar, Hugo acabou se fixando em uma galeria sob a estrutura de concreto, onde mora acompanhado de uma cachorrinha e de um gato.

Bem agasalhado, o homem afirmou que não sente frio. Ele garantiu que não bebe nem fuma. Seu sustento vem de lenha lascada vendida na cidade e de doações. Hugo contou que vive há 30 anos no Brasil e que, após sair a papelada do divórcio, pretende voltar ao Uruguai para fazer a carteira de identidade. Depois, voltará a viver no Brasil.

Douglas diz ” Resolvemos gravar o vídeo para incentivar outras pessoas a também ajudarem, não somente nosso amigo HUGO, mas todas as pessoas que necessitam, não só de dinheiro, mas de atenção, talvez um abraço e algumas palavras de carinho, Deus abençoe a todos”

RD Foco