Segurança
Foto: Divulgação

Segundo informação de populares, os indígenas decidiram fechar a rodovia pedindo a liberação de quatro índios que foram detidos após o roubo da carga de um caminhão que se envolveu em acidente na semana passada. Na ocasião eles chegaram a pisotear o corpo do motorista que morreu na colisão.

As pistas em ambos os sentidos no KM 477 chegaram a ser bloqueadas totalmente e os manifestantes ameaçaram colocar fogo na viatura. A situação mobilizou um grande aparato policial.

Equipes das Polícias Civil e Penal de Laranjeiras do Sul fizeram a transferência dos detidos para outra unidade por conta das ações contra policiais rodoviários federais. Por questões de segurança, o destino dos presos não foi revelado.