Famosos
Foto: Reprodução

Um vídeo do cantor sertanejo Victor Chaves agredindo a mulher foi divulgado, pela primeira vez, pelo Domingo Espetacular, da Record TV. O artista foi condenado a 18 dias de prisão em regime aberto, sendo que a pena pode ser convertida em trabalhos comunitários. As agressões contra a empresária Poliana Bagatini aconteceram em fevereiro de 2017.

As imagens são do circuito interno de câmeras do edifício em que o casal morava em Belo Horizonte. Segundo a Record, a juíza decretou o fim do segredo de Justiça e, com isso, o vídeo foi liberado para a imprensa. Poliana estava grávida de quatro meses do segundo filho do casal e teria discutido com a sogra, que morava no andar debaixo do deles.

No vídeo, Poliana é vista desesperada entrando no elevador e tentando digitar o código de segurança para conseguir subir ao apartamento, onde estava a filha. Paula Chaves, cunhada de Poliana, também estava no local.

Na sequência, Victor aparece e puxa as duas para fora do elevador. A ex-mulher do cantor cai no chão. O sertanejo, então, agride a mulher caída. Em depoimento, Poliana diz não saber se foi um empurrão ou chute que teria acontecido nesse momento.

A reportagem ainda lembra que o exame de corpo de delito deu negativo e, por isso, ele foi indiciado por vias de fato, e não por lesão corporal. O cantor afirmou que não se lembra bem do momento e, em depoimento, disse que não desejava que ninguém se aproximasse da filha naquela situação. Nenhum dos dois quis comentar o caso com a Record TV.

Segundo o TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), uma pena foi estabelecida no dia 29 de novembro do ano passado, com o cumprimento de 18 dias de prisão em regimente aberto. O sertanejo recorreu da decisão na última quinta-feira (9), e o caso foi levado ao MPMG (Ministério Público de Minas Gerais).

Bhaz