Polícia
Foto: Arquivo Pessoal

Na tarde desta quinta-feira, 29 de abril de 2021, a Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Erval Grande/RS, realizou a prisão do autor do feminicídio de Raquel da Rosa Velasques, de 26 anos de idade, ocorrido em 09 de dezembro de 2020, naquele município.

Segundo apurado até o momento, o autor é ex-companheiro da vítima, e apenado do regime semiaberto no Presídio Estadual de Erechim. Na manhã do crime, ele teria saído do estabelecimento prisional onde cumpria pena e ido ao encontro da vítima. Ao encontrá-la, o criminoso passou a agredi-la com golpes de faca. A vítima, mesmo sendo socorrida por populares, não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo. Após o crime, o acusado fugiu do local e não foi mais encontrado.

Imediatamente após o fato, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do acusado, que foi deferida pelo Poder Judiciário, e passou a realizar diligências na tentativa de encontrá-lo e prendê-lo. Durante estas diligências alguns bens do acusado foram apreendidos. Outras medidas cautelares aguardavam cumprimento nos próximos dias.

Entretanto, na data de hoje, observando a dinâmica policial em torno do fato, o suspeito resolveu se entregar às Autoridades, e apresentou-se junto à DICOR (Delegacia de Polícia Especializada) de Chapecó/SC. O preso foi conduzido até a DP de Erval Grande, onde ele foi preso preventivamente, em cumprimento à ordem judicial expedida.

A prisão do responsável pela morte de Raquel vem ao encontro dos anseios da comunidade ervalense, que clamava por Justiça em relação ao fato narrado. O Delegado de Polícia Ênio R. Tassi, responsável pela investigação do crime, salienta a importância da participação da população através de informações e dados que levaram a Polícia Civil até o foragido.

Recentemente um grupo de pessoas protestou trancando a rodovia BR 480 pedindo justiça.

AU Online