Trânsito
Foto: Reprodução

O grave acidente que ocasionou a morte de um caminhoneiro de 23 anos no início da manhã dessa quinta-feira(04), na BR-467, em Sede Alvorada, distrito de Cascavel, no Paraná, causou a comoção de milhares de pessoas nas redes sociais e levantou debates sobre o assunto.

Na ocasião, diversos motoristas que passavam pela rodovia pararam seus veículos e até mesmo gravaram o pai tentando salvar a vida do filho que estava preso nas ferragens.

Foto: Reprodução

No entanto, nenhum deles tentou ajudar no socorro da vítima.

Em desabafo, o Comandante Vinotti, do Corpo de Bombeiros de Idaial (SC), falou sobre o caso:

“O que eu queria passar para vocês e que nós bombeiros gostaríamos de passar, é que assim, para de filmar e vai lá ajudar!”

O bombeiro também salientou a importância de ter o extintor de incêndio no veículo, mesmo não sendo mais obrigatório em automóveis.

De acordo com o socorrista, no caso de caminhões, às vezes um extintor não é o suficiente para controlar um incêndio de grandes proporções.

Mas se outros motoristas se unirem, com os extintores de seus veículos, o fogo pode ser contido até a chegada do Corpo de Bombeiros.

Jornal do Caminhoneiro