Inusitado
Foto: Reprodução

A Polícia Rodoviária Federal teve que escoltar um “cavaleiro” bêbado na cidade de Lindoeste, no Oeste do Paraná. A situação foi gravada em vídeo e chama a atenção (veja o vídeo).

Nas imagens é possível ver o homem tentando se equilibrar em cima do cavalo, que anda pela pista de rolamento da BR-163. Uma viatura da PRF escolta o homem, que quase cai do cavalo. Na sequência, um policial desce do automóvel e auxilia na condução do cavaleiro pelo acostamento da pista, para evitar um acidente.

Segundo o inspetor-chefe da PRF, Ricardo Schneider, o homem não tinha controle nenhum do animal. O que poderia resultar em um acidente grave.

Ele não tinha noção nenhuma do que estava acontecendo, nem do controle do animal. Situações envolvendo animais, quando há o acidente são de consequências gravíssimas. Pelo porte do animal, se um automóvel colidir, por exemplo, o animal é projetado para o parabrisas e para dentro do veículo, acertando seus ocupantes.”

Schneider reforça que a embriaguez é uma das principais causas de acidentes graves nas rodovias. No caso do cavaleiro, por não se tratar de um veículo automotor, o homem não responde por embriaguez, mas em caso de acidente, nada impede que ele seja que ele tenha que responder ao se envolver em acidente.

O inspetor orienta aos condutores que ao perceber a presença animal na pista, para que a atenção seja redobrada.

O cavaleiro foi acompanhado pela equipe até um lugar seguro, onde colocaria sua vida e a de terceiros em risco. 

Receba as notícias do Três Passos News pelo WhatsApp:

https://chat.whatsapp.com/GNo8igTT3e0FHvgScjR0D6

RIC Mais