Polícia
Foto: Reprodução

Vinte policiais militares do 25º Batalhão de Polícia Militar (25º BPM), que fica em São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foram afastados na madrugada de sábado (19) em operação da Corregedoria-Geral da Brigada Militar. Um policial está preso no presídio militar por envolvimento com jogos de azar, entre outros crimes.

O comando do 25º BPM disse que não iria comentar o caso e que todas as informações seriam repassadas pelo comando-geral da corporação. Um inquérito policial militar foi instaurado para apurar os crimes. Ele tem prazo de 40 dias de duração, prorrogáveis por mais 20, a contar de sexta (18).

Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos nas casas dos policiais e no próprio batalhão. O corregedor-geral, Vladimir Luís Silva da Rosa, informou que foram apreendidos objetos durante as buscas.

“O emprego de policiais do batalhão de choque é para que não haja nenhum prejuízo no policiamento da comunidade de São Leopoldo”, diz.

Segundo a BM, o agente preso é investigado por possuir ligações com jogo de caça-níquel. No entanto, a corporação ainda não informou o motivo da investigação contra os demais policiais. Apenas confirmou que eles são investigados pelo crime de prevaricação, que é quando o servidor público retarda ou deixa de praticar sua função para interesse pessoal, e que isso aconteceu durante o atendimento de ocorrências.

Devido ao alto número de afastamentos de uma vez só, o Comando-Geral determinou que policiais do 1º Batalhão de Choque, com base em Porto Alegre, fossem enviados para São Leopoldo. O objetivo é não reduzir o número de agentes da cidade e prejudicar o policiamento.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/LcUkJiPfFhlIDqww4qC7Wn

G1 RS