Segurança
Curva do 12 tem sido local de muitos acidentes fatais. Foto: TP News

Uma viagem internacional de um caminhoneiro de Santa Catarina terminou em tragédia na manhã da última sexta-feira, 18, em Tenente Portela. O fato aconteceu no km 57, trecho da rodovia entre Tenente Portela e Três Passos (RSC-472).

Curva fica no final de uma descida de cerca de 2 km. Foto: TP News

José Celso Valdemeri, de 60 anos, morador de Dionísio Cerqueira, conduzia uma carreta baú carregada de placas MDF quando, no local conhecido como Curva do 12, perdeu o controle da direção e o veículo tombou fora da pista, morrendo no local.

Carreta tombou fora da pista e causou a morte do condutor. Foto: WhatsApp

O caminhoneiro havia saído no dia anterior de Araponga – PR com destino ao Chile, pernoitado na cidade de Itapiranga – SC e seguido para o Rio Grande do Sul. Mais adiante, ele se juntaria como o filho, também caminhoneiro, e seguiriam juntos para aquele país.

Curvas onde mais ocorrem acidentes entre Tenente Portela e Três Passos

A Curva do 12, na localidade de Km 12, já é chamada de ‘curva da morte’ devido aos inúmeros acidentes com vítimas fatais que ocorreram no local. O trecho fica no final de uma descida de cerca de 2 km, e os acidentes envolvem, na maioria, veículos de cargas.

Pedras soltas no acostamento no km 65, em Linha Turvo. Foto: TP News

Outra curva bastante perigosa, onde são registradas várias saídas de pista, fica localizada próximo ao Sítio Carolina, no km 65, na localidade de Linha Turvo, em Três Passos. Neste local, são mais comuns carros e motos irem parar fora da rodovia.

Muitos acidentes foram registrados no local. Foto: WhatsApp

No entanto, não são só estes dois pontos que exigem atenção e prudência dos motoristas. Os 67 km da RSC-472, entre Três Passos e a BR-386, em Frederico Westphalen, são marcados por dezenas de curvas fechadas e em declive, exigindo cuidado redobrado dos motoristas.

VEJA TAMBÉM