Comportamento
Foto: Divulgação

Internado no Hospital da Criança de Chapecó, no Oeste catarinense, o único sobrevivente ferido no ataque a creche em Saudades, apresentou melhoras e tem quadro de saúde estável. O hospital não informou previsão de alta para o bebê de 1 ano e 8 meses, que se recupera dos ferimentos.

Segundo o pai do menino, Diego Hübler, foi tirado o dreno do pulmão de Henryque nesta sexta-feira (7). Na foto compartilhada pelo pai com o menino se recuperando, tem um cartaz fixado na parede próximo ao leito da enfermaria que diz: “Você é um guerreiro”.

“Primeiramente, [queria] agradecer a todas as pessoas que estão orando pelo Henryque e pelos pais e familiares que perderam seus filhos […] obrigado a todos”, afirmou Hübler.

O único sobrevivente vive uma verdadeira batalha desde o atentado, que deixou cinco pessoas mortas na terça-feira (4). Com ferimentos provocados por golpes de facão na bochecha, lábios, barriga e uma perfuração em um dos pulmões, ele foi levado no carro por um aposentado e uma professora, que são vizinhos da creche.

O menino chegou em estado grave no hospital de Pinhalzinho e depois foi encaminhado para Chapecó, onde segue hospitalizado. Henryque já passou por uma cirurgia e chegou a ficar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Ele está no quarto e agora é o processo de recuperação, vai levar alguns dias. Mas, graças a Deus, está correndo tudo bem. Temos que agradecer a todo o pessoal que está orando, que continue orando. Também peço que continuem e orem pelas famílias que perderam seus filhos”, disse o pai do bebê após a alta da UTI, na quinta (6).

G1 SC